Semeando


Semear deu frutos
26 de novembro de 2013, 10:22
Filed under: Uncategorized

DSC03135

No último sábado voltei ao colégio Villa Olímpia pra ver o encerramento do Projeto Semeador, todo baseado no Semeando. Estive lá pela última vez em agosto, na abertura do trabalho.

Na entrada foram expostas pastas com os cadernos que cada turma usou para preencher com impressões sobre o livro e uma descrição do projeto. Numa mesa, os livros Semeando ficaram à venda e muitas mães vieram até mim para adquiri-los, com muitos elogios.

DSC03136

As turmas apresentaram espetáculos de música e dança, e a última delas me emocionou: entraram com um coração colorido de cartolina nas mãos, cantando, com a melodia de “Ciranda, Cirandinha”, tal como eu havia brincado com eles quando estive lá: “Semeando a gentileza, o respeito, a educação,  vou colher só alegria dentro do meu coração!” Depois jogaram confetes no ar e cada um entregou um coração a seus pais.

DSC03131

Então fui anunciada como autora do livro e chamada ao palco. Agradeci à escola, à bibliotecária Luana pelo belo trabalho que fizeram e disse que só podemos tornar o mundo melhor, nos tornando pessoas melhores. As crianças já tinham aprendido a receita, e agora era por em prática.  Desejei um ano novo muito feliz a todos e agradeci pela chance de presenciar tudo isso.

DSC03134

Anúncios


Um belo domingo nublado e com vento
21 de novembro de 2013, 0:36
Filed under: Uncategorized

A vida é realmente muito imprevisível. Há poucos dias acordei num domingo em dúvida sobre ir ou não à Costa da Lagoa divulgar o Semeando. Era um dia nublado e com vento, bem diferente da véspera ensolarada e com movimento nos restaurantes que acabou me rendendo a venda de 41 livros.

Já passava das 10h e eu ainda não havia decido se deveria ir. Fui até a janela e fiz uma oração. Pedi a Deus que me inspirasse para o melhor. Enquanto isso, lavei a louça do café, pendurei a roupa lavada no varal, até que de repente resolvi ir.

As coisas começaram bem já no barco, onde conheci uma moça que gostou do Semeando e ficou interessada em me chamar para um trabalho na escola municipal que cordena, aqui mesmo na Lagoa. Adorei conversar com a Adriana, só por esse encontro já teria valido a pena minha ida à Costa.

Mas… chegando no Restaurante Lagoa Azul, me dirigi a uma mesa onde um casal e mais um senhor aguardavam pelo almoço. Ao ouvir sobre o Semeando a moça exclamou “É isso! É o que precisávamos. Estávamos justamente falando sobre o que daríamos de brinde. Você tem pronta entrega? Por quanto venderia uma quantidade maior?”.

Resultado: o grupo, que depois descobri pertencer à Associação Nacional dos Servidores da Polícia Federal em SC, encomendou 100 livros e ainda se dispôs a pagar mais do que eu havia pedido inicialmente. Não é uma boa subestimar o poder da vida, ela pode te surpreender.