Semeando


De volta a Tubarão
6 de dezembro de 2017, 16:33
Filed under: Uncategorized

Fui apresentada à presidente da entidade filantrópica Combemtu (Associação de Atendimento à Criança e ao Adolescente), que me convidou para desenvolver um trabalho com as crianças, em Tubarão. Decidi passar alguns dias por lá e divulgar o Semeando em outros lugares também.

Na manhã de segunda-feira fui à Combemtu, que tem uma estrutura maravilhosa. Com atendimento psicológico, assistência social, reforço escolar e uma série de atividades, além de uma refeição diária, a entidade atende a 244 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade sócio-econômica e estende suas ações às famílias.

Falei a dois grupos. Os adolescentes foram particularmente atenciosos. Ao final, todos vieram me agradecer com abraços e beijos.

À tarde fui ao estúdio da Unisul TV para ser entrevistada ao vivo no programa Mais Mulher. Depois voltamos a Combemtu, onde mais dois grupos de crianças e jovens me aguardavam.

Assista à entrevista

À noite dei uma palestra no Rotary Clube para 20 sócias. Fiquei surpresa e imensamente comovida com a recepção. Além de comprarem todos os livros que levei, quiseram autógrafos, fotografias, abraços, beijos e todas me parabenizaram com votos de sucesso! Foi muito emocionante e fiquei feliz por poder transmitir uma mensagem de paz, aceita com tanta alegria por todas as ouvintes.

Na noite de terça-feira voltei a Combemtu para uma palestra à equipe da instituição, pais dos educandos e alguns convidados.

Foi grande a minha alegria por participar de todos esses eventos. Só há gratidão ao Semeando, que me proporciona tudo isso.

Anúncios


Uma noite portuguesa
15 de novembro de 2017, 2:24
Filed under: Uncategorized

Conversei com a dona do restaurante Kanimambo, em Florianópolis, para que fizesse um sorteio de um exemplar do Semeando, em comemoração à chegada da 14ª edição, durante o jantar português que ocorre periodicamente lá. Como ela já conhecia o livro se colocou inteiramente à disposição, inclusive oferecendo uma mesa para que eu o expusesse. Minhas amigas chegaram mais cedo, espalharam os marcadores de páginas sobre as mesas e arrumaram tudo. Eu chegaria em cima da hora, vinda de Gaspar. O jantar maravilhoso, regado a espumante e ao som de um belo fado, foi interrompido para que eu, com a apresentação e ajuda da cantora, pudesse sortear o livro e falar sobre ele.



Semeando em Gaspar
15 de novembro de 2017, 1:53
Filed under: Uncategorized

Fui convidada para falar na Escola Professora Angélica de Souza Costa, em Gaspar, durante um evento literário. Conversei com sete grupos de crianças nesse dia. Foi muito boa a participação e interesse dos alunos. Alguns deles eram convidados de outras escolas. Algumas crianças quiseram saber se eu voltaria no dia seguinte, outras elogiaram as histórias, uma menina pediu foto e a outra autógrafo no livro. A diretora, coordenadora, professoras foram extremamente gentis. Voltei para casa com 30 livros a menos e muita, muita alegria.



Semeando para a família toda
31 de outubro de 2017, 14:51
Filed under: Uncategorized

Recebi um convite da LBV de São José para falar às mães do Programa Cidadão Bebê durante a comemoração do Dia da Criança.

Estavam presentes 13 mães com seus filhos de até quatro anos. Para distrair as crianças contei histórias, mas aproveitando para dar um recado às mães.

Um livro foi sorteado, o lanche servido, os presentes distribuídos. Voltei para casa feliz por ter mais uma vez contribuído com o Semeando.



Mudando para melhor
31 de outubro de 2017, 14:19
Filed under: Uncategorized

Fui convidada para apresentar o Semeando na Casa São José, uma ONG na comunidade da Serrinha, em Florianópolis, que atende crianças de 6 a 15 anos. Esse lugar é o mesmo onde, há 14 anos, fiz o estágio ao final do Curso de Monitores da Ação Gerontológica do NETI/UFSC. Na época, essa casa estava no início: seu funcionamento era precário, sem estrutura e sem organização. Que grata surpresa me aguardava agora! Era outro ambiente: o prédio mais adaptado, maior, com uma grande variedade de atividades para as crianças, como aulas de percussão, circo, informática, sapateado, quadra de futebol, brinquedoteca, biblioteca, a Casa de São José se tornou um espaço necessário e seguro, para evitar que os alunos fiquem expostos aos perigos da rua. Professoras, remuneradas pela Prefeitura, fornecem apoio escolar, orientando nas tarefas que trazem das escolas. Falei a vários grupos, pela manhã e à tarde. O primeiro, com os maiores (12/15 anos) deu trabalho. Foi muito difícil expor meu assunto, mas já vivi situações semelhantes, com crianças com famílias desestruturadas, sem nenhuma noção de educação básica. As turmas seguintes, foram um verdadeiro presente: por serem mais novinhos, se envolveram com a história e com as dinâmicas, e ao final alguns, mesmo que timidamente, vieram me cumprimentar e abraçar. A sensação de que talvez eu tenha feito alguma diferença na vida deles, me conforta e estimula.



Semeando sempre que possível
30 de outubro de 2017, 14:48
Filed under: Uncategorized

Quando recebi o convite para participar com uma palestra na 8ª. Semana da Qualidade de Vida, na Eletrosul, lamentei não poder aceitar por já ter me comprometido com as Escolas Adventistas da Região Centro-Sul do Estado durante toda aquela semana.

Mas houve uma chance: lendo a programação vi que na escola de Tubarão eu só estaria à tarde. Então pude agendar minha ida para esse mesmo dia, pela manhã. O público bem reduzido, mas bem atento, gostou muito do que falei. Todos me agradeceram, parabenizaram e compraram um exemplar do Semeando. De lá, segui direto para a rodoviária:Tubarão me aguardava.



Tubarão (quinta-feira) – Turnê pelos Colégios Adventistas de SC
24 de outubro de 2017, 1:21
Filed under: Uncategorized

Nosso encontro foi na biblioteca, onde um painel preparado com muito carinho esperava por mim. Falei para 5 grupos no período da tarde, de 9 turmas, num total de 199 alunos. E como sempre, as crianças foram super atenciosas e carinhosas. Ao final, muitos deles quiseram ser fotografados comigo. Também ouvi retornos que fazem tudo isso valer a pena, como: “Gostei muito das histórias”, “Parabéns!”, “Seu trabalho é muito bonito”, etc. No mesmo dia segui para Imbituba, onde pernoitei, para de manhã visitar a escola seguinte.